Linhaça

Home » Linhaça

Linhaça torna-se o maior sucesso no mercado devido a sua ajuda no combate à diabetes entre muitos outros benefícios para todo o corpo.

Linhaça

Linhaça

Cada vez mais as pessoas estão descobrindo os muitos benefícios que as diversas sementes podem proporcionar para a saúde do homem, principalmente na hora de emagrecer, que é o objetivo de muita gente, pois a obesidade é o grande mal do século, mas ao mesmo tempo em que as pessoas desejam se alimentar das sementes para obterem os benefícios, muitas dúvidas surgem na forma de consumo destas sementes, mas a boa notícia é que é o consumo é bem fácil, o que facilita inserir este alimento no dia-a-dia.

Em um mundo onde as pessoas ainda consomem muitos remédios, muitas delas perceberam que os remédios podem provocar muitos efeitos colaterais e mediante esta situação, muitas estão procurando alternativas para tratar ou curar as suas doenças, sendo que as sementes estão se tornando o grande alvo de muitas delas.

E uma das sementes que está se tornando o maior sucesso no mercado é a linhaça, devido a dois elementos essenciais, que são os ômegas 3 e 6, que podem ajudar e muito no funcionamento de muitos órgãos do corpo humano, como os rins e o sistema respiratório, isto sem falar que ajuda controlar o nível de açúcar do sangue, diminuindo as chances de diabetes.

Benefícios da Linhaça

Os benefícios da linhaça são vastos. Classificada como um alimento funcional, a linhaça é um cereal sem glúten e o alimento com a maior concentração de ácidos gráxos na natureza. 57% da sua composição é de ômega 3 e ômega 6, além de alta concentração de fibras solúveis, proteínas, vitamina E, isoflavona, lignina e fitoesteróides.

O que isso significa? Vamos conferir na prática os benefícios da linhaça:

  • Anti-cancerígeno – As sementes de linhaça possuem 100 vezes mais lignina que outros grãos e mais 26 componentes anti-cancerígenos, por esse motivo é uma forte aliada no combate ao câncer de mama, câncer de colon do útero, câncer de próstata, câncer de intestino e estômago entre outros;

    Cápsulas de Óleo de Linhaça

    Cápsulas de Óleo de Linhaça

  • Regulador intestinal – Por ser rica em fibras, a semente de linhaça auxilia no funcionamento do intestino ajudando principalmente no combate à prisão de ventre e eliminação de gases e acidez estomacal. Funciona também como lubrificante e regenerador da flora intestinal, eliminando toxinas e prevenindo a diverticulite;
  • Combate inflamações e fortalece o sistema imunológico – Entre suas propriedades, destacamos também as anti-inflamatórias que atuam principalmente no combate da artrite, gastrite, colite e até a meningite entre outras. Combate também o lupus;
  • Auxilia no sistema nervoso – A linhaça é um calmante e ao mesmo tempo um energético natural. Como ela regulariza a pressão arterial, um dos benefícios do seu consumo é a diminuição do estresse, ansiedade e tensões nervosas e ao mesmo tempo ativando a mente e revitalizando-a. Auxilia na redução dos neurotransmissores e por isso, é muito indicada aos idosos, inclusive no combate ao Alzheimer e à pacientes com esquizofrenia e pânico;
  • Combate doenças cardiovascular – Os benefícios da linhaça ao sistema cardiovascular são provavelmente os mais conhecidos. Os ômegas e a tagladina contidos na semente limpam as artérias eliminando as placas de gordura e regularizando a pressão arterial. Com isso eliminam o colesterol LDL (colesterol ruim) e tratam e previnem doenças como a arteriosclerose e a esclerose múltipla, trombose, infarto do miocárdio, derrames, arritmia cardíaca, hipertensão e manutenção das plaquetas prevenindo assim a formação de coágulos e ajudando na cicatrização;
  • Combate doenças ósseas – A mesma regularização da pressão arterial que auxilia no combate às doenças cardiovasculares, exerce uma importantíssima função no metabolismo do cálcio que é importante na prevenção de doenças ósseas como a osteoporose e o reumatismo;
  • Reposição hormonal e combate à TPM – A linhaça é rica em nos elementos isoflavona, fitoesteróide e lignana que possui a mesma função do estrogênio, hormônio feminino responsável pela regularização da ovulação e amenizando os sintomas da TPM (tensão pré-menstrual) e da menopausa, funcionando inclusive como um repositor hormonal natural;
  • Emagrecimento e combate a obesidade – Esse é o benefício da linhaça que mais agrada à todos. Por ter cinco vezes mais fibras que a aveia e 57% de óleos ômega, a semente sacia a fome, ativa o metabolismo funcionando como termogênico e elimina o colesterol ruim promovendo assim o emagrecimento;
  • Vitalidade e recuperação física – A semente aumenta o coeficiente metabólico melhorando consideravelmente a produção de energia celular, assim os músculos se recuperam mais facilmente da fadiga do exercício.
  • Diminuição da retenção de Líquidos – Seu consumo diário remove o excesso água nas células e sódio e nos rins diminuindo a retenção de líquidos e os edemas.

Dourada ou Marrom?

A linhaça dourada possui maiores doses de nutrientes em relação à linhaça marrom, tornando-se a mais indicada ao consumo.

Proveniente de climas frios, é muito mais rica em ômega-3, ômega-6, ômega-9 e gorduras polinsaturadas além de ser cultivada sem agrotóxicos, já a marrom, mais fácil de encontrar e mais barata, possui pouco ômega-3 e é produzida sem muito rigor, o que a torna menos indicada.

A linhaça dourada também possui a casca mais fina, facilitando a digestão pelo organismo, e sabor menos acentuado, mais agradável ao paladar.

Consumo

A linhaça pode ser consumida como semente, farinha ou óleo e ainda pode ser misturada em vários alimentos e receitas.

Farinha de linhaça

A forma mais indicada de consumo é a farinha de linhaça. A semente possui uma casca dura e de difícil digestão o que impede o organismo de absorver todos os seus nutrientes. Quando a semente é triturada a digestão é facilitada.

A farinha de linhaça pode ser utilizada no preparo de bolos, biscoitos e pães, deixando esses alimentos além de saudáveis, mais crocantes. Também pode ser misturada a iogurtes, sucos, vitaminas, sopas, cereais matinais e outros alimentos.

Farinha de linhaça

Farinha de linhaça

Uma dica importante é bater a semente da linhaça dourada no liquidificador na hora em que for consumí-la. A farinha pode ser guardada em um pote bem vedado e conservada em geladeira por até três dias. Mais do que isso a farinha oxida e cria fungos perdendo todas as suas propriedades.

O consumo recomendado é de 1 colher de sopa inicialmente e depois de uma semana aumenta-se para 2 colheres de sopa por dia, todos os dias, mas se o objetivo é emagrecer, consuma mais uma colher no fim da tarde, totalizando 3 colheres de sopa por dia, não devendo ultrapassar essa medida, pois a semente pode causar irritação intestinal além de prejudicar a absorção de nutrientes de outros alimentos.

Óleo de linhaça

Uma outra forma de consumir a linhaça é em forma de óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando o mesmo método de extração a frio utilizado para a extração do azeite de olive extra-virgem.

O óleo de linhaça engarrafado pode ser utilizado para temperar saladas e pratos frios e utilizado para cozinhar, inclusive no preparo de frituras.

Já para os que não têm tempo e preferem um consumo mais rápido e cômodo ou que têm problemas com o gosto da semente, o óleo de linhaça pode ser consumido em forma de cápsulas gelatinosas que se desmancham rápido no estômago fornecendo todos os benefícios assim como a semente e a farinha.

As cápsulas de linhaça são uma opção mais cara, mas indiscutivelmente mais cômoda.

Atenção: Não é aconselhável cozinhar a linhaça em alimentos como o feijão ou o arroz, já que o cozimento pode anular suas propriedades.

Mais dicas de consumo

  • Para melhorar o funcionamento intestinal – Coloque 1 colher de sopa de semente de linhaça dourada em ½ copo de água e deixe “descansar” por 12 horas. Beba a a água pela manhã em jejum. As sementes não precisam ser jogadas fora, podendo ser adicionadas a outros alimentos;
  • Como tônico mental, calmante e no auxílio ao emagrecimento – Triture no liquidificador 2 colheres de sopa de linhaça dourada, adicione a farinha a água ou a sucos e beba esse tônico durante o dia, 4 vezes ao dia.

Contra-indicações

Não há contra-indicações no consumo da linhaça, podendo ser consumida inclusive por idosos, crianças e mulheres grávidas.

Uso da linhaça na estética

O consumo regular da linhaça ajuda na manutenção dos cabelos e da pele, principalmente a pele seca e sensível. Combate também doenças de pela como a psoríase e eczemas e auxilia na lubrificação dos olhos.

Máscara Facial de Linhaça

Máscara Facial de Linhaça

Shampoos, cremes e óleos a base de linhaça são muito utilizados como máscaras e revitalizantes capilares e também no combate a calvície.

Outro uso da linhaça na estética é a aplicação de máscaras faciais que limpam profundamente a pele desobstruindo os folículos e eliminando cravos, espinhas e manchas na pele.

História

A linhaça, nome amigável e popular do Linum usitatissimum é a semente do linho, uma planta fibrosa de onde se extrai material para a indústria de confecções, daí a origem do tecido linho, porém, sua origem remota há 500 anos antes de Cristo, onde, na Mesopotâmia (atual Iraque), foram encontradas diversas pinturas em tumbas de faraós.

No Brasil a linhaça é cultivada em regiões frias como o Rio Grande do Sul ou importada do Canadá e seu maior uso não é na alimentação e sim na indústria química na fabricação de corantes, tintas e vernizes.

Tabela nutricional

Nutrientes da linhaça por cada 10 g (uma colher de sopa)

  • Calorias – 49,50 kcal;
  • Carboidratos – 4,33 g – Corresponde a 1% da recomendação diária;
  • Proteínas – 1,41 g – Corresponde a 3% da recomendação diária;
  • Gorduras – 3,23 g – Corresponde a 6% da recomendação diária;
  • Gorduras saturadas – 2,53 g – Corresponde a 2% da recomendação diária;
  • Ômega 3 – 0,54;
  • Ômega 6 – 1,98;
  • Fibras – 3,35 g – Corresponde a 13% da recomendação diária;
  • Sódio – 9 mg;
  • Cálcio – 21,1 mg – Corresponde a 2% da recomendação diária;
  • Magnésio – 34,7 mg – Corresponde a 13% da recomendação diária;
  • Manganês – 0,29 mg – Corresponde a 12% da recomendação diária;
  • Fósforo – 61,5 mg – Corresponde a 9% da recomendação diária;
  • Ferro – 0,47 mg – Corresponde a 3% da recomendação diária;
  • Potássio – 86,9 mg;
  • Cobre – 0,11 mg;
  • Zinco – 0,44 mg – Corresponde a 6% da recomendação diária;
  • Vitamina B1 – 0,01 mg;
  • Vitamina B6 – 0,01 mg.

Você consome ou já consumiu a linhaça? Para quê? Que resultados obteve? Deixe seu comentário e conte-nos a sua experiência com a linhaça!

About Bem Estar

Tudo para o seu bem estar

Assuntos Mais Falados